728x90 AdSpace

Orlando - Palavra de Quem já Foi - Guilherme Vieira




A partir de agora, publicaremos mensalmente uma entrevista com um leitor de nosso site que acabou de visitar nossa cidade dos sonhos: Orlando!

Nossa primeira entrevista foi com o Guilherme Vieira, que esteve em Orlando em Janeiro deste ano com sua família. Pegaram bastante frio, mas todos curtiram a beça!

Dicas Orlando: Olá Guilherme. Em primeiro lugar, obrigado pela entrevista! Já iniciando, foi sua primeira visita a Orlando?


Guilherme: Obrigado ao site pelo convite!
Sobre sua pergunta, já fui para Orlando algumas vezes, porém esta foi a primeira vez com toda a família junta: minha esposa Adriana, meu enteado Kaike e minha mãe Márcia!

Dicas Orlando: Em qual hotel vocês ficaram?

Guilherme: Ficamos no Rosen Inn da International Drive (no 7.600). Gostei muito, talvez o melhor que já tenha ficado: bem limpinho, sem umidade, bom serviço de quarto, tinha frigobar, transmitia sensação de segurança. Possui uma academia bem equipada, um fliperama em que nos divertimos muito e uma piscina bacana. O estacionamento era de graça. Fui muito bem tratado.
Além disso, o hotel está muito bem localizado, na International Drive. Fica ao lado de muitos restaurantes, de um Burger King, um McDonalds e diversos lugares para tomar café. A gente alternava o café da manhã entre a Starbucks, Dunkin' Donuts e um restaurante chamado Ponderosa Steakhouse...

Dicas Orlando: O café da manhã não estava incluído no hotel?

Guilherme: Não. Já adquiri este serviço em outras oportunidades e não gostei. Era um café pra lá de simples. Neste hotel eles possuíam também este serviço a um custo de US$ 10 dólares por pessoa. Valia mais a pena ir nestes outros lugares mencionados. Em algumas oportunidades até compramos algumas coisas no Walmart para comer no quarto, mas tudo estava tão pertinho que preferíamos sempre comer fora.

Dicas Orlando: Estava muito frio?


Guilherme: No início da viagem pegamos bastante frio! As manhãs começavam com uma temperatura de uns 2 graus, com um vento gelado, usamos gorro, cachecol e luvas... Chegamos a comprar casacos bem reforçados (estilo pra neve) para aguentar o frio.
De tarde, era um pouco mais quente... Mas de noite, o vento batia e voltava a esfriar.
Felizmente, tivemos dias bem mais quentes a ponto de usar bermuda e camiseta (algo na casa dos 28º C). Ou seja, grandes variações ao longo da viagem.

Dicas Orlando: Vocês fizeram muitas compras?

Guilherme: Não, na medida do possível (risos). Achei as coisas um pouco caras em relação aos anos anteriores em que lá estive. Por exemplo, a Tommy Hilfiger estava bem mais cara. Mas mesmo assim, pegamos várias promoções de "leve um, pague 50% na segunda peça". A Levis estava bem interessante também: compramos calças jeans a US$ 17 dólares.

Dicas Orlando: Qual local você recomenda para compras?

Guilherme: Olha, eu sei que a maior parte das pessoas preferem os outlets. Mas eu gosto mais do Florida Mall. É um pouco mais caro, mas a disponibilidade é bem maior. Na compra de um tênis, por exemplo, foi difícil achar o modelo desejado na numeração correta nos outlets. Apesar dos preços menos atrativos que os outlets, o Florida Mall continua sendo uma excelente opção frente aos preços do Brasil, com grande variedade de marcas, modelos e tamanhos.

Dicas Orlando: Vocês fizeram um planejamento das compras antes de viajar?

Guilherme: Sim, fizemos algumas listinhas. Mas uma boa dica é sempre considerar que a gente vai gastar uns 10% a mais. Tem coisas que a gente acha que não precisa, mas, vendo um preço muito baixo, acaba "precisando"... Por exemplo, eu não precisava de bermudas, mas vi algumas muito baratas, com um preço que nunca acharia no Brasil... Aí, você já garante o verão de dois anos pra frente, né?

Dicas Orlando: As lojas estavam cheias?

Guilherme: Sim, bem cheias. A única exceção foi o mini-mall Pointe Orlando, bem deserto. A Hollister estava sem filas por lá. No Premium Outlets, acabei desistindo de comprar por causa da enorme fila...

Dicas Orlando: Qual a maior economia que vocês fizeram?

Guilherme: Ah, foi na compra de ingressos do show do Blue Man Group. O ingresso custa mais de US$ 60 dólares, mas achamos um quiosque dentro do Universal Studios que vendia a US$ 20 dólares. Em troca deste desconto, tivemos que assistir uma palestra de 90 minutos sobre a compra de um título de um clube de férias em um hotel na cidade de Kissimmee. O chato é que eles insistem demais para você comprar o título durante esta palestra. Mas, no final, saímos do hotel sem comprar nada e ganhando o mega desconto nos ingressos do Blue Man Group. Para quem tem dias sobrando na viagem, vale a pena.

Dicas Orlando: Em quais parques vocês foram?

Guilherme: Fomos nos 4 parques da Disney, nos dois da Universal, no Seaworld, no Busch Gardens. Infelizmente não visitamos o Aquática pois estava fechado no dia planejado.

Dicas Orlando: Qual foi o parque e a atração que vocês gostaram mais?

Guilherme: Adoramos o Busch Gardens! Fomos em todas as montanhas russas e adoramos! Ao meu ver, é o parque que tem o melhor conjunto de atrações.
Mas, a montanha russa que eu e o Kaike mais gostamos foi a do Hulk (The Incredible Hulk Coaster), que fica no Universal Islands of Adventure. Fomos 6 vezes! Seguidas!
Outra atração bem bacana é a do Homem-Aranha (Amazing Adventures of Spider Man).

Dicas Orlando: E qual foi o parque que vocês menos gostaram?

Guilherme: Na minha opinião o parque mais fraquinho foi o Disney Animal Kingdom. Mas isso não é um consenso na família. Gostamos muito de adrenalina e lá faltou um pouco. Mas valeu ter ido, especialmente pela montanha russa Everest e pelo show do Procurando Nemo.

Dicas Orlando: O que vocês acharam do FastPass+ nos parques da Disney ?

Guilherme: Comparando com o sistema anterior, achei que piorou. Agora, com o FastPass+, só temos direito a 3 atrações com menos filas. Antes, conseguíamos este benefício para muito mais atrações.
Outras coisa - como o sistema estava sendo implantado, ainda havia muita confusão. Os locais para cadastrar a reserva dos horários do FastPass+ ainda não está nos mapas e é difícil de achar. Quando achamos, estava sempre lotado, apesar dos funcionários do parque estarem sempre atenciosos.
Acho que o sistema ainda tem que evoluir um pouco.

Dicas Orlando: Então, vocês pegaram mais filas, é isto?

Guilherme: Sim, sem dúvida.
Outra coisa. A gente vai ficando cansado com o ritmo dos parques durante a viagem e, na segunda metade da viagem, fica difícil de acordar cedo (principalmente quando tem crianças no grupo). Com o FastPass+, se a gente chega mais tarde, não consegue mais reservar as melhores atrações, ou acabam sobrando apenas os piores horários.
Quem fica em um dos hotéis do Walt Disney World Resort pode reservar seus FastPass+ com dias de antecedência. Esse era um benefício que não existia. Algo a se pensar...

Dicas Orlando: Alguma coisa te surpreendeu na viagem?

Guilherme: Sim! Com o frio, a Adriana acabou pegando uma gripe muito forte. O estado dela foi piorando e a febre não descia. Aí, bateu o desespero... O que fazer, qual hospital utilizar... Mas felizmente tínhamos feito um seguro de viagem. Ligamos para a seguradora (Travel Ace) e perguntamos o que fazer. A atendente foi bem atenciosa e perguntou se eu queria que um médico fosse em nosso hotel. Fiquei surpreso e perguntei quanto tempo levaria, esperando que fosse uma eternidade... Mas ela informou que em no máximo 2 horas, o médico chegaria em nosso quarto.
E, o melhor: em uma hora e dez minutos, ele estava lá. Deu uma receita para comprarmos um antibiótico e ela melhorou já no dia seguinte, dando para continuar curtindo a viagem.
Fiquei surpreso com o bom atendimento do seguro... A gente já espera o pior nestas situações,né?

Dicas Orlando: O que você faria diferente em sua viagem?

Guilherme: Antes da viagem, planejamos ir no jantar do Medieval Times. Já havia ido a muitos anos atrás mas gostaria de ter proporcionado essa experiência para o grupo. Mas, durante a viagem, fomos adiando a ida e, no final das contas, deixamos para trás, preferindo alocar este dinheiro em compras. Trata-se de uma escolha entre um experiência ou um bem material. Acabamos fazendo várias assim ao longo da viagem...

Dicas Orlando: Qual dica bacana você dá para os leitores do dicasorlando.com?

Guilherme: Se você gosta de adrenalina, como nós, vá aos parques da Disney antes do que os parques da Universal ou o Busch Gardens.
Os parques da Disney tem mais aquela magia, alegria... Mas as atrações são menos "radicais"... Se você experimenta uma montanha mais radical do Busch Gardens primeiro e depois vai em uma montanha russa da Disney, bem mais suave, acaba se decepcionando.
O melhor é ir "crescendo". Vai na Disney, experimente a mágica de lá, comece com umas montanhas russas mais tranquilas. Depois, vai subindo a adrenalina nos outros parques. Perfeito.

Outra coisa: sempre acompanhe a previsão do tempo, especialmente no inverno, e monte seu planejamento com base nela. Assim, coloque os parques aquáticos ou aqueles que possuem atrações que envolvam água nos dias mais quentes.

Para fechar, toda a viagem para Orlando é ótima, mas você sempre volta cansado pelo ritmo dos parques e das compras. Prefira, se puder, deixar alguns dias de suas férias reservados para descansar na volta da viagem!

Dicas Orlando: Gostaria de agradecer muito a sua disponibilidade em compartilhar sua experiência com todos os leitores de nosso site! Obrigado!
Guilherme: Foi um prazer! Pode contar comigo!

Esta entrevista estará no primeiro número da revista Orlando - Uma Viagem Inesquecível. Quer saber mais ou anunciar? Mande um email para a gente no blogdicasorlando@gmail.com
  • Blogger Comments
  • Facebook Comments
Item Reviewed: Orlando - Palavra de Quem já Foi - Guilherme Vieira Rating: 5 Reviewed By: Alexandre Bueno
Scroll to Top